Porto Novo, 17 Fev (Inforpress) - Turismo rural e da natureza é tema de uma mesa redonda que decorrerá entre os dias 24 e 25 de Fevereiro, no Porto Novo, numa iniciativa do Governo, municípios santantonenses e Câmara do Turismo de Cabo Verde.

A preparação do evento, que reunirá instituições ligadas ao turismo, investidores e operadores, está a cargo da Direcção-Geral do Turismo e Transportes e das câmaras municipais de Santo Antão que pretendem analisar com os participantes "propostas de solução" para o desenvolvimento futuro do turismo no arquipélago.

Aspectos como infra-estruturas, formação, planeamento, requalificação urbana, segurança, energia eléctrica e saneamento vão ser debatidos nessa mesa redonda, cuja realização se insere numa série de eventos que o Ministério da Economia tem estado a promover para se debruçar sobre os desafios de cada um dos segmentos do turismo, no país.

Segundo uma nota do Governo, a organização do encontro no Porto Novo espera recolher "inputs” da real situação do desenvolvimento de Santo Antão e definir um quadro das necessidades visando melhorar a intervenção pública para fazer face ao desenvolvimento desta ilha, bem assim encontrar o ponto de equilíbrio na relação do turismo como o meio ambiente.

A mesa redonda sobre o turismo rural e da natureza tem lugar numa altura em que Santo Antão está a ser alvo de um estudo sobre o turismo sustentável, financiado pelo Banco Mundial.

Santo Antão recebeu, em 2016, cerca de 20 mil turistas à procura, sobretudo, do turismo de trekking (caminhadas em trilhas em busca do contacto com a natureza), número que poderá aumentar, "de forma exponencial" num futuro próximo, com o planeamento e diversificação da oferta turística, estimam os operadores.

Além de 64 casas rurais que acolhem turistas, Santo Antão alberga ainda 42 estabelecimentos de alojamento turístico, que dispõe de 3,8 por cento (%) do total de camas disponíveis em Cabo Verde, representando 2,6% das dormidas.

Esta constitui a segunda mesa redonda sobre a problemática do turismo, realizada, este ano, em Cabo Verde, com o alto patrocínio do Governo de Cabo Verde.

A primeira teve lugar, em Janeiro, na Boa Vista, e versou sobre o turismo de massa, estando prevista uma terceira mesa redonda, em São Vicente, em Março, sobre o segmento do turismo urbano.

Um dos principais objectivos destas mesas redondas, conforme o Governo, é auscultar e conhecer melhor as oportunidades e os desafios num ambiente de dialogo entre os operadores em cada um dos segmentos do turismo em Cabo Verde, visando a elaboração do plano estratégico do turismo sustentável para o país.

JM/CP

Inforpress/Fim 

Assinaturas Inforpress

paywall4

01Notícias Relevantes Fique sempre informado sobre os principais acontecimentos de Cabo Verde e do Mundo.

02Informação de Qualidade Produzimos informação com independência, rigor e qualidade.

03Diversidade de Cobertura Pomos à disposição do público informação actualizada sobre os mais variados aspectos.