Cultura/Nho San Filipe: Monche expõe tela de pintura “Amor e Fé” no espaço Zebra na cidade de São Filipe

São Filipe, 25 Abr (Inforpress) – O artista plástico João Miguel Alves “Monche” inaugura esta tarde no espaço Zebra, na cidade de São Filipe, a sua segunda exposição de pintura, desta feita intitulada “Amor e Fé” no quadro das festividades de Nho San Filipe.

Em declarações à Inforpress, o mentor deste projecto avançou que a exposição incide em nove quadros, monocromo, de fundo preto (a sua marca de referência), simbolizando o poder associado à agressividade do vermelho, no seu estilo próprio de “pincel livre”, numa clara aposta na elegância, tendo a mulher no epicentro da mensagem.

De acordo com o artista, a obra a ser apresentada é fruto de um trabalho iniciado em Janeiro do ano em curso, na sua própria residência que funciona como uma autêntica galeria de arte e que estará patente ao público durante quadro dias para a sua apreciação.

Para a materialização destes quadros, Monche disse ter apostado em materiais de fácil aquisição no mercado local, como cola branca e tinta de água sintética, para além de material reciclado, por considerar que a ilha tem escassez em termos de material apropriado.

Engenheiro civil de profissão, Monche afirma que pinta por prazer e que faz da tela um “hobby”, por se sentir “muito à-vontade” nesta arte, porque sempre teve uma paixão pelo “designer” e decoração interior, com a particularidade de estar livre da pintura comercial.

Isto, segundo explicou, porque é originário de uma família tradicionalmente artista, nomeadamente carpinteiro, electricistas, mecânico, pelo que desde a tenra idade habitou-se a fazer de tudo um pouco, tendo reservado a pintura para os tempos de lazer e posteriormente para a sua reforma.

Esta vai ser a segunda exposição de Monche nestas festividades, uma vez que a sua estreia se deu em 2016 com a temática “Sensualidade e a Música”, organizada no Museu da Cidade.

Monche tem a sua opinião própria em como a ilha do Fogo necessita da união entre os artistas, mas vai avançando que a sua ideia passa por colocar na prática o seu sonho em fazer da sua residência uma galeria de arte.

É que futuramente pretende transformar o seu espaço num centro da sua fundação, equipado com biblioteca, galeria de arte, espaços para convívios, conferências e ateliês, conforme disse à Inforpress.

SR/FP

mobilya imalat