Inicio Cultura Candidatura ao Prémio Internacional de Criatividade Artística Miriam Makeba alargada para Outubro

Candidatura ao Prémio Internacional de Criatividade Artística Miriam Makeba alargada para Outubro

Cidade da Praia, 01 Set (Inforpress) – A Sociedade Cabo-verdiana de Música (SCM) congratula-se com o alargamento do prazo para a apresentação  de candidaturas ao Prémio Internacional de Criatividade Artística Miriam Makeba, que atribui 100 mil dólares ao vencedor, para 20 de Outubro.

Em comunicado de imprensa, a SCM anuncia que o  Escritório Nacional de Direitos de Autor e Direitos Conexos (ONDA-Argélia) decidiu alargar o prazo para a apresentação desta candidatura de forma a oferecer uma oportunidade justa e mais ampla aos artistas africanos em todo o continente para participarem neste concurso artístico de escala continental, dado “o elevado interesse demonstrado pela comunidade artística africana.

“Após inúmeras solicitações de criadores de toda a África, que pediram uma extensão do prazo para permitir a inscrição, decidiu anunciar a extensão do prazo para a apresentação de candidaturas até o dia 20 de Outubro de 2018″, lê-se nesta missiva, realçando que, doravante, ” o anúncio dos premiados deverá ocorrer no 1º de Novembro, juntamente com a decisão sobre os vencedores”.

“A SCM apoia e congratula-se com esta extensão e alargamento do prazo, face à enorme adesão que o prémio tem tido por parte de todos os criadores e artistas cabo-verdianos, e pela enorme importância que esta 1.ª Edição do prémio reveste bem como pelas oportunidades criadas pelo mesmo”, refere a nota de imprensa.

O prazo para a entrega das candidaturas inicialmente estava previsto para 31 de Agosto, pelo que continua ainda aberta a candidatura ao prémio monetário no valor aproximadamente de 9400 contos cabo-verdianos,  patrocinado pelo Presidente da República de Argélia, Abdelaziz Boutafrika.

A candidatura ao prémio Miriam Makeba,  acordo com a SCM, é aberta a artista africano com mais de 18 anos e residente em África, assim como artistas que reivindicam o estatuto de refugiado devido a situações excepcionais como conflito armado e desastre natural.

A presidente da Sociedade Cabo-verdiana de Música, Solange Cesarovna, integra o corpo de júri internacional deste premio, pelo que Cabo Verde tem a responsabilidade de promover este galardão em toda a África Lusófona.

Pretende-se com a implementação do “Prémio Internacional da Criatividade Artística “Miriam Makeba”, “permitir que os artistas que usam a arte africana como meio possam expressar as suas ideias e comunicar as suas mentes e serem melhor ouvidos e mostrarem as suas criações, promover a Arte Africana em todas as suas formas de expressão, incentivar o talento e a criatividade e premiar a melhor criação artística.

Os interessados como músicos e artistas plásticos devem estar inscritos na sociedade dos direitos autorais, no caso de Cabo Verde na SCM, concorrem mediante o envio de um ficheiro com cópia da descrição do projecto artístico.

SR

Inforpress/Fim