Câmara Santa Catarina inaugura estrada e reitera o compromisso de desencravar todas as localidades

 

Assomada, 23 Nov (Inforpress)- O autarca de Santa Catarina, José Alves Fernandes, inaugurou hoje a estrada de Banana Semedo e reiterou o compromisso da sua equipa de desencravar todas as localidades do concelho para proporcionar o seu desenvolvimento.

José Alves Fernandes, que falava no acto da inauguração da estrada de penetração de Banana Semedo, numa cerimónia co-presidida pela ministra das Infra-estruturas, Ordenamento do Território e Habitação, Eunice Silva, assegurou que desencravamento das localidades é uma das prioridades do seu mandato.

Enquadrada nas actividades do dia do município e santa padroeira, celebrado a 25 de Novembro, a estrada, de mais de um quilómetro (km) , está orçada em 12 mil contos e contou com apoio do Governo.
Conforme explicou, a via ora inaugurada vai garantir a segurança das crianças, escoamento de produtos e ainda vai melhor o acesso a outras estruturas públicas e privadas, mormente as de saúde e educação.

Na ocasião, o edil lembrou que esta é a terceira estrada de penetração a ser inaugurada, depois da de Gil Bispo e Vassoura, tendo aproveitado para anunciar o arranque de mais uma, “para breve”, na localidade de Achada Ponta.

José Alves Fernandes, que esteve, igualmente, acompanhado da sua equipa camarária, apelou aos moradores a fazerem um “bom uso” da estrada, para que possam levar a mesma a outras localidades, um processo que é para continuar até o final do mandato.

Por seu turno, a ministra das Infra-estruturas, Ordenamento do Território e Habitação, Eunice Silva, disse que o Governo está junto com a câmara para trabalhar e melhorar as condições de vida da população.

A governante informou que o país “não esta mal servido” em termos de estradas principais, mas reconheceu que ainda é preciso investir em estradas de penetração.

Nesse sentido, Eunice Silva assegurou que a mesma está contemplada no programa do Governo como “uma prioridade”, salientando que mesmo não sendo estradas, menos de três quilómetros, fazem diferença na comunidade.

A ministra, que além de pedir aos populares para cuidarem de tal obra, sugeriu, igualmente, a colocação de árvore ao redor das casas localizadas junto da estrada.

Já os moradores mostraram-se satisfeitos com tal obra, afirmando que esta é a primeira infra-estrutura feita que vai beneficiar toda a comunidade.

Atendendo aos apelos, comprometeram-se a cuidar e fazer a sua manutenção, para que possam ajudar a edilidade a levar tal infra-estrutura, igualmente, a outras localidades que carecem da mesma intervenção.

FM/JMV

Inforpress/Fim