Câmara Municipal do Porto quer aprofundar cooperação com São Vicente nas áreas da cultura e do ambiente

 

Porto, Portugal, 23 Nov (Inforpress) – A Câmara Municipal do Porto (Portugal) manifestou hoje “vontade firme” de aprofundar as relações de cooperação com São Vicente nas áreas da cultura e do ambiente e reatar, assim, a geminação que data do ano de 1992.

Foi isso mesmo que o presidente da câmara do Porto, Rui Moreira, transmitiu hoje a Augusto Neves, durante um encontro entre os dois autarcas nos Paços do Concelho do município do norte de Portugal.

“A geminação nunca parou verdadeiramente, mas acho que podemos fazer muito mais, ainda por cima considerando que São Vicente é uma realidade que conheço muito bem, seguramente há mais de 40 anos”, declarou Rui Moreira à Inforpress, momentos após o encontro com o seu homologo mindelense.

Rui Moreira, que aceitou de imediato o convite de Neves para visitar São Vicente no mês de Janeiro de 2018, por ocasião das festividades do município mindelense, disse que vai aproveitar essa deslocação para levar a São Vicente pessoas ligadas aos sectores da cultura e do ambiente.

“Criamos recentemente uma empresa municipal do ambiente e acho que por aí poderemos fazer mais coisas interessantes para o benefício de ambas as partes”, concretizou a mesma fonte, para quem, contudo, a área da cultura é “prioritária”.

Rui Moreira fez saber a Augusto Neves que uma das principais companhias de teatro do Porto, a AC do Bolhão, quer dedicar o próximo ano a Cabo Verde e, nesse sentido, será convidada a integrar a comitiva do Porto a São Vicente, a ver o que pode auxiliar, através da Câmara Municipal do Porto, para concretizar essa ideia.

“Para mim , a área da cultura é prioritária, por achar que tudo começa na cultura e procuraremos, em Janeiro do próximo ano, que seja um grande momento do Porto na cidade do Mindelo”, concluiu Rui Moreira.

Augusto Neves, por seu lado, considerou que a deslocação ao Porto significou um “abrir de novos horizontes” na cooperação de São Vicente com a congénere portuense em áreas como cultura, ambiente, turismo e urbanismo.

“Registamos uma abertura enorme por parte do presidente da câmara do Porto e de certeza que iremos reactivar com força a cooperação, o que será um grande benefício para os dois municípios”, considerou Neves, para quem, num plano mais amplo, o seu município irá beneficiar com essa rede de cooperação através das geminações com câmaras portuguesas, aproveitando “ao máximo” a abertura manifestada pelas mesmas.

Com a câmara do Porto, as áreas de cooperação futura “estão mais ou menos identificadas”, e são aqueles em que São Vicente necessita de uma “experiencia diferente”, aludiu, lembrando a “força” do turismo no Porto.

“Sendo o turismo uma das alavancas da economia cabo-verdiana e sanvicentina, a experiencia do Porto vai-nos ajudar grandemente”, concluiu Augusto Neves.

A câmara de São Vicente encontra-se geminada com a congénere do Porto desde 16 de Novembro de 1992, numa cooperação que se ocupou sobretudo de áreas como saúde, desporto e infra-estruturas.

No último ponto deste périplo por alguns municípios portugueses com as quais São Vicente encontra-se geminado, Augusto Neves encontrou-se ao fim da tarde de hoje com o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, tendo ficado acordado uma deslocação de uma delegação famalicense a São Vicente no mês de Agosto do próximo ano, para se discutir assuntos relacionados com o relançamento da geminação existente entre os dois municípios.

Esta sexta-feira, Augusto Neves encabeça uma delegação que parte em digressão de 10 dias ao Rio de Janeiro (Brasil), composta por 16 elementos dos grupos oficiais do Carnaval do Mindelo, para um intercâmbio com grupos e carnavalescos brasileiros, a convite do artista Dudu Nobre.

AA/JMV

Inforpress/Fim