Cabo Verde vai precisar de mais de um milhão de contos para mitigação do mau ano agrícola – Gilberto Silva

 

Cidade da Praia, 28 Nov (Inforpress) – Cabo Verde vai precisar de mais de um milhão de contos cabo-verdianos para execução dos programas que visam a mitigação do mau ano agrícola em todas as ilhas, indicou hoje, o ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva.

O governo havia anunciado anteriormente a implementação de um plano de emergência de salvamento de gado e de mitigação da seca num montante de sete milhões de euros (mais 700 mil contos), tendo em conta o “mau ano agrícola”.

Gilberto Silva que falava na cerimónia de abertura do seminário “Portugal-Cabo Verde: Uma Parceria para o Ambiente”, disse que o montante inicialmente previsto aumentou, tendo em conta a necessidade de atender a um conjunto de demandas a nível dos municípios que decorrem do próprio modelo estabelecido, em particular com as empresas para todo o programa de salvamento de gado.

“Hoje podemos dizer com segurança que vamos precisar de cerca de 10,1 milhões de euros para executarmos todas as intervenções que foram identificadas a nível de todas as ilhas”, precisou o ministro.

Segundo Gilberto Silva, neste momento o governo já está a mobilizar os recursos junto dos seus parceiros, nomeadamente a União Europeia (UE), o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), a FAO.

“Também vão ser mobilizados meios a nível do Orçamento de Estado, através do tesouro público, para podermos executar todos os programas”, informou o ministro do Ambiente.

Em relação ao anúncio dos montantes disponibilizados por cada um dos parceiros, o ministro disse que o governo só vai fazer a comunicação posteriormente, tendo em conta que neste momento os acordos de financiamento estão em fase de negociação e finalização.

O ministro garantiu que “seguramente a sociedade cabo-verdiana vai ser bem informada” sobre a contribuição de cada um dos parceiros de Cabo Verde.

JL/FP

Inforpress/Fim