sarıyer haberleri">

Cabo Verde terá de apresentar “um bom candidato e que ganhe” a presidência da Comissão da CEDEAO – Presidente da República

 

Cidade da Praia, 06 Dez (Inforpress) – O Presidente da República disse hoje que Cabo Verde terá de trabalhar com serenidade e tranquilidade para apresentar “um bom candidato e que ganhe” a presidência da Comissão da CEDEAO, na Cimeira dos Chefes de Estado em Abuja, Nigéria.

Jorge Carlos Fonseca, fez este presságio à margem da sua visita, esta quarta-feira, ao Comité Olímpico Cabo-verdiano, tendo ressalvado que Cabo Verde deve fazer tudo para assumir a presidência da Comissão na próxima Cimeira de 16 do corrente, “dado a importância que se atribui à organização da sub-região e aquilo que todos se pretendem no papel do país nesta sub-região”.

Considera que o Presidente da República, o Governo, a sociedade e os deputados cabo-verdianos na Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental CEDEAO devem trabalhar de uma forma harmoniosa, de forma a encontrar uma solução eficiente, baseada numa candidatura ganhadora e com resultados desta pretensão.

Para o mais alto magistrado da Nação, todo o resto deve ser relativizado, tendo deixado claro que não apoia nem pode apoiar candidaturas, alegando que cabe ao Estado de Cabo Verde apresentar um candidato, o que a seu ver, implica uma articulação entre os órgãos que devem intervir neste processo.

Sem avançar nomes de candidato que considere ideal para Cabo Verde, o chefe de Estado deixou ficar bem claro que “isto implica uma articulação entre o Presidente da República e o Governo, em moldes parecidos com o que sucede com a nomeação dos representantes externos ou embaixadores, ainda que não sejam exactamente em rigor o caso”.

Entretanto, sublinha que não vê mal nenhum que haja dispersões de disponibilidades, por entender ser um bom sinal, mas que resta esperar que o Estado de Cabo Verde apresente no tempo certo uma candidatura, convicto de que “no final as coisas serenarão”.

Jorge Carlos Fonseca, lembrou, por outro lado, que há regras e que o facto de Cabo Verde apresentar uma candidatura não significa que automaticamente o candidato seja aceite, ressalvando, por isso mesmo, que o país deve fazer tudo para que a sua candidatura seja vitoriosa.

Quanto à problemática das dívidas, quotas e taxa comunitárias, salientou que Cabo Verde já fez as propostas a CEDEAO e que possivelmente, se for necessário fazer alguns reajuntamentos serão feitos, e que em nome de Cabo Verde vai enviar mais uma missiva ao presidente desta comunidade neste sentido.

Assevera que nas disputas do tipo se deva ter em conta que há interesses que podem não coincidir com o de Cabo Verde e exorta para que “a candidatura cabo-verdiana seja inteligente, lúcida e eficiente”.

SR/FP

Inforpress/Fim

 

 

%d bloggers like this:
Modüler Bölme Duvar Açık ofis bölme sistemleri Ofis Bölme Sistemleri Jaluzili cam bölme Cam bölme duvar Jaluzili bölme duvar Çocuk odası Diş polikliniği dekorasyonu Ofis dekorasyonu Hastane dekorasyon Ev dekorasyonu Sivas prefabrik Mutfak dekorasyonu Ofis dekorasyonu İç mimari dekorasyon