Cabo Verde é considerado uma referência mundial a nível de estatísticas de governança – INE

Cidade da Praia, 14 Jun (Inforpress) – O presidente do Instituto Nacional de Estatística (INE) afirmou hoje, que em matéria de governança Cabo Verde é considerado uma referência mundial não só a nível da elaboração, mas de aprendizagem e montagem desse manual.

Osvaldo Borges fez esta constatação quando falava esta quinta-feira na abertura da conferência sobre “Grupo Praia em Estatísticas da Governança”, que realizada na Cidade da Praia, tendo realçado que graças ao apoio e engajamento de um conjunto de instituições, quer nacionais e internacionais, o país tem dado saltos importantes em relação a esta questão.

“Nós somos convidados frequentemente a nível internacional para apresentar a nossa experiência em matéria de governança e apresentar aquilo que temos feito”, disse o presidente do INE, adiantando que esses encontros têm serviço também para o arquipélago recolher subsídios para a implementação desse projecto.

“No âmbito dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) sobretudo o ponto 16, verificamos que existe um engajamento e interesse de quase todas as instituições nacionais e internacionais, sendo que de 2015 a 2017 o número de membros do Grupo Praia aumentou consideravelmente com uma rede de contactos de cerca de 300 a nível mundial”, precisou.

Segundo Osvaldo Borges, a ideia é que o manual (Handbook) a ser apresentado em Março de 2020, seja um documento harmonizado e consensualizado para servir as instituições nacionais de estatísticas dos países no sentido de produzir estatísticas oficiais a nível de governança.

Por outro lado, afiançou que o recenseamento geral da população 2020, a revisão da legislação estatística, melhoria reforço das capacidades e do quadro legal, melhoria da produção estatística e o acesso a informação constam dos desafios do INE.

“Estamos a criar os mecanismos para que daqui a três meses as instituições nacionais e internacionais credenciadas possam ter acesso às bases de dados do Instituto Nacional de Estatísticas”, disse, sublinhando que a ideia é fazer com que o processo seja transparente.

O encontro que reuniu parceiros e organismos internacionais acreditados em Cabo Verde, visa partilhar os progressos, as dificuldades e os desafios do “Grupo Praia em Estatísticas da Governança”.

Criada em 2015, o Grupo Praia é um fórum de debates sobre as Estatísticas da Governação e foi mandatado para trabalhar na produção, consolidação e apresentação de um manual (Handbook) em Março de 2020, que deverá ser utilizado por institutos nacionais de estatísticas a nível mundial para produzir estatísticas oficiais sobre Governança ao nível das estruturas das Nações Unidas.

O documento contemplará de uma forma estruturada, entre outros tópicos, a coordenação institucional e as metodologias estatísticas (conceitos, dimensões e definições operacionais; desenho de questionários; estrutura e procedimentos para os registos administrativos; plano de análise; e disseminação, etc).

Actualmente o Grupo Praia é formado por cerca de 85 membros, a sua rede de contacto é de 273 a nível das estatísticas mundiais, sendo que grande parte é proveniente do continente africano.

A cerimónia de abertura foi copresidida pelo presidente do INE, Osvaldo Borges e pela representante residente do PNUD em Cabo Verde, Ana Patrícia Graça.

AV/FP

Inforpress/Fim