Boavista da Praia protesta alegada utilização irregular do futebolista Dário pelo Sporting no derby com os Travadores

 

Cidade da Praia, 31 Mar (Inforpress) – O Boavista Futebol Clube da Praia deu entrada hoje um protesto no Conselho Jurisdicional da Associação Regional de Futebol de Santiago Sul, alegando a utilização irregular do futebolista Dário Paiva, pelo Sporting da Praia, no jogo contra os Travadores.

O presidente do clube axadrezado, Lito Semedo confirmou à Inforpress que o Boavista da Praia reclama a perda de três pontos pela equipa do Sporting, com o argumento que o futebolista Dário Paiva participou no jogou da vitória do Sporting sobre os Travadores (4-3) depois de ter sido admoestado com três cartões amarelos, o que nos termos da lei obrigaria suspensão imediata, pelo que o futebolista em apreço não podia participar desse jogo.

Lito Semedo avançou ainda que o Boavista havia manifestado à direcção da ARFSS a sua vontade em consultar os documentos para protestar o jogo, mas que o presidente Donnay Avelino avançou à revelia com a homologação do jogo.

O presidente do Boavista argumenta que se baseou no regulamento em vigor para criticar a ARFSS por ter homologado o jogo “antes dos 30 dias exigidos por lei” e diz esperar que a justiça seja feita, considerando que à luz do regulamento qualquer equipa pode protestar o jogo nestas circunstâncias, pelo que seguro de que o Sporting vai perder os três pontos na secretaria pelo uso irregular do seu jogador em causa.

Para o líder do Boavista da Praia, não resta outra interpretação nesta matéria e afirma se tratar de um caso já com precedente no campeonato da temporada transacta, no qual o Sporting da Praia foi sentenciado com derrota por 3-0 pelo uso irregular do defesa central Edmar Almeida e multa de 20 mil escudos, precisamente num jogo contra os Travadores.

SR/FP

Inforpress/Fim

karanlık gece hd izle kral arthur türkçe dublaj izle sex izle free hd porn