Baía das Gatas 2018: Plano de segurança da PN com “todas as condições” criadas para o arranque do festival – chefe de Esquadra

Mindelo, 09 Ago (Inforpress) – A Polícia Nacional de São Vicente garantiu hoje, no Mindelo, já ter “todas as condições” criadas para que o festival Baía das Gatas decorra num clima “de tranquilidade, civismo e ordem”, conforme informações avançadas pelo chefe de esquadra.

A Polícia Nacional, segundo o porta-voz, Madelino da Luz, vai desenvolver ao longo dos três dias do festival, um conjunto de acções de “carácter preventivo”, por forma a permitir a realização do festival sem incidentes.

“Em termos de segurança, estão criadas todas as condições para que o festival decorra num clima de tranquilidade, civismo e ordem”, garantiu o chefe da Esquadra do Mindelo, indicando que durante a operação vai se dar “atenção especial” a dois sectores, o de transportes e o da segurança pública, que vão funcionar “em regime de cooperação e complementaridade”.

Relativamente ao trânsito, segundo a mesma fonte, a PN vai estar nas estradas exercendo uma “controlo rigoroso”, para que não ocorra acidentes, com a fiscalização de “todas as viaturas” que circulam na estrada Baía/Cidade/Baía nestes três dias.

Em termos de ordem pública, salientou, conta-se ainda intensificar o patrulhamento nas zonas de maior concentração de pessoas e bens.

O chefe da Esquadra do Mindelo, sem avançar números, garantiu o envolvimento de “todo o efectivo” do Comando, polícias de ordem Pública, Fiscalização e Marítima, nessa “Operação Baía 2018”, que, ao contrário dos outros anos, não se pretende reforçar com efectivos das outras ilhas.

Entretanto, segundo a mesma fonte, não se vai descurar, com certeza, da “dinâmica” da própria cidade, em que as esquadras estarão a funcionar “de forma normal” e ainda com o piquete de emergência para atender as solicitações.

“Estaremos preparados para responder quando for necessário na Baía das Gatas, como no centro da cidade”, reiterou Madelino da Luz, que adiantou contarem com o apoio das Forças Armadas e da própria segurança privada, “que tem dado uma colaboração efectiva e que tem surtido efeito”.

Nesse sentido, Madelino da Luz apelou também a colaboração de todos os sanvicentinos para que tudo corra “na normalidade” e aproveitou para deixar algumas advertências à população, entre as quais de evitar deixar as residências abandonadas e ostentar objectos de valores, assim como a moderação no uso do álcool.

Quanto aos condutores, exortou ao “cumprimento rigoroso” das regras de trânsito e precaução quanto a lotação das viaturas.

A “Operação Baía 2018” inicia-se nesta sexta-feira, a partir das 14:00, e termina na segunda-feira pelas 8:00.

LN/JMV

Inforpress/ Fim