Atletismo: X edição da Corrida da Liberdade conta com “prestigio” de figuras de renome do futebol internacional

Cidade da Praia, 08 Jan (Inforpress) – A X edição da Corrida da Liberdade tem como grande atracção a prova da meia-maratona e conta com o “prestígio” de grandes figuras do desporto internacional de outrora como José Augusto, António Simões e Hilário da Conceição.

Estes três futebolistas, que integraram a célebre selecção portuguesa, que em 1966 conquistou a Medalha de Bronze no Campeonato do Mundo, na Inglaterra, estarão nesta prova de 13 de Janeiro, na Cidade da Praia, para homenagear os 160 anos da elevação da Praia da Vitória de Santa Maria à capital, na companhia do ex-futebolista do Benfica e do Valência, Miguel.

José Augusto e António Simões (antigas estrelas do Sport Lisboa e Benfica) e Hilário da Conceição (um dos maiores ídolos do Sporting Clube de Portugal) e o defesa Miguel já são garantidos pela Câmara Municipal da Praia, promotora do evento, que anualmente celebra o Dia da Democracia e da Liberdade em Cabo Verde com a Corrida da Liberdade.

O evento está a ser projectado pela Câmara Municipal da Praia, para contar com uma participação recorde de 10 mil pessoas e um orçamento à volta dos 18 mil contos para o evento.

Uma das grandes novidades deste ano é a introdução da prova dos 21 quilómetros (Meia-Maratona), cujo vencedor vai ser contemplado com um prémio monetário de 160 mil escudos, o segundo com 100 e o terceiro classificado com 50 contos, sendo que os prémios se estendem até ao 12º classificado.

Em termos competitivos, espera-se a presença dos melhores atletas cabo-verdianos residentes e da diáspora, como Rubem Sança, proveniente dos Estados Unidos, Sandra Teixeira, residente em Portugal, a sanvicentina Crisolita Rodrigues, especialista nesta distância, Adilson Spencer, entre outros concorrentes “de peso”.

A prova tem partida na Praça Alexandre Albuquerque, no Platô, e meta no largo do Estádio da Várzea, com passagem pelo Paiol, Castelão, Achada Limpo, rotunda de São Francisco, Aeroporto, Lém Ferreira, Prainha e Palmarejo.

Também haverá uma prova de fundo, na distância dos 10 quilómetros, em que o campeão terá um prémio 25 mil escudos e os cadeirantes levam 10 mil, além da tradicional prova massiva.

SR/CP

Inforpress/Fim