Inicio Cooperação Associação Ser+Dar+Terapeutas sem Fronteiras ministra formações para crianças de Tira Chapéu (c/áudio)

Associação Ser+Dar+Terapeutas sem Fronteiras ministra formações para crianças de Tira Chapéu (c/áudio)

Cidade da Praia, 05 Set (Inforpress) – Nove voluntárias da Associação Portuguesa Ser + Dar+ Terapeutas Sem Fronteiras começaram hoje a ministrar formações para crianças na Biblioteca “Nha Balila”, em Tira Chapéu, Cidade da Praia, enquadrado na sua terceira missão de voluntariado desenvolvida este ano em Cabo Verde.

Segundo a coordenadora da associação portuguesa, Ana Rita Ramos, esta acção faz parte das actividades dos projectos de valorização, educação e saúde que serão desenvolvidas pela Ser+Dar+Terapeutas Sem Fronteiras durante 15 dias com as associações locais Acrides, Acarinhar, Crescer Especial, Colmeia, Nós Saúde e a Remão.

“Temos actividades com crianças, como formações na área da musicoterapia estimulação sensorial, jogos motores, porque nós trouxemos nove voluntárias com várias facetas na área das terapias. O objectivo é usar estas valências no bairro de Tira Chapéu porque acreditamos que, além das consultas domiciliárias, isto poderá ser muito útil para a população local”, explicou Ana Rita Ramos.

Durante os outros dias, a comitiva composta por terapeutas ocupacionais e da fala, enfermeiras, fisioterapeutas, musicoterapeutas e psicomotricistas pretende ministrar formações para as associações parceiras, jovens, líderes comunitários e crianças da comunidade de Tira Chapéu, com temáticas sobre a sexualidade, violação sexual, prostituição, consumo de drogas e de álcool.

Isto, conforme Ana Rita, a pedido da associação parceira Acrides, como forma de debater os problemas mais prementes que afectam o barro, aproveitado as valências da Ser + Dar+.

“As associações disseram-nos o que eram as necessidades e nós fomos adaptando. Essa é a nossa estratégia e nós nunca conseguiríamos vir para Cabo Verde fazer voluntariado, não fosse a parceria com as entidades locais”, avançou.

Para além de trabalhar com estas organizações voltadas para na área da deficiência e da saúde, a Ser + Dar+ Terapeutas Sem Fronteiras também desenvolve uma parceria institucional com a Câmara Municipal da Praia e com a Remão, associação que trabalha no empoderamento feminino.

Dentro desta parceria com a Remão, as nove voluntárias pretendem ainda deslocar-se ao Tarrafal de Santiago para ministrar formações para mulheres carenciadas, trabalhando sobretudo as questões de empoderamento, capacitação e confiança.

Esta é a terceira missão que a associação portuguesa está a fazer este ano em Cabo Verde, após fazer intervenções nas ilhas do Sal, São Vicente, Santo Antão e Santiago. Em Dezembro, a associação, criada em Maio de 2016, vai estar na ilha da Boa Vista.

CD/JMV

Inforpress/Fim