Associação dos Jovens Empresários de Cabo Verde rubrica protocolo para a promoção da contratação pública

Cidade da Praia, 14 Mai (Inforpress)  – A Associação dos Jovens Empresários de Cabo Verde   (AJEC) e a Autoridade Reguladora das Aquisições Públicas (ARAP) rubricaram hoje um protocolo como forma de divulgar informação a nível da contratação pública junto dos jovens promotores.

Esta parceria foi rubricada no seguimento do acto da apresentação da Rede Global do Empreendedorismo (RGE), em Cabo Verde, apontado como o “maior movimento de empreendedorismo do mundo” nascido a partir das comunidades criadas na Semana Global do Empreendedorismo.

A presidente da AJEC, Elisabeth Gonçalves, disse que com esta parceria vai permitir não só aos jovens ter acesso as informações da ARAP, mas também dar a ARAP a oportunidade de apresentar aos jovens empreendedores o que pode ser feito, e também ajudar mesmo no conhecimento técnico de funcionamento destes concursos.

Gonçalves considerou que esta plataforma vai permitir ao sector privado e o público falar a “uma só voz” sobre o empreendedorismo, alegando que há uma necessidade de “harmonizar as muitas informações” existentes na classe.

Para o efeito, a AJEC tem vindo a estabelecer parcerias junto das câmaras de comércio e municipais do país como forma de desenvolver actividades específicas para os diversos pontos do país.

Eleita em Fevereiro, a nova direcção da AJEC  traça como desafio advogar para a melhoria do ambiente de negócio, a profissionalização das associações empresariais e a mobilização dos jovens em todos os municípios.

A AJEC,  criada em 2009, trabalha em rede com mais de 133 países, congrega 170 membros de diversas ilhas e traça como desafios apoiar a capacitação dos jovens, apostando no desenvolvimento pessoal e no reforço das suas capacidades.

Aposta ainda  na divulgarão das oportunidades de negócios, na promoção,   inovação e a capacitação e na internacionalização, de forma a contribuir para o fortalecimento e crescimento nacional, bem como na promoção de intercâmbios entre associações nacionais e internacionais na procura de novas fontes alternativas de financiamento.

SR/AA

Inforpress/Fim