APIMUD clama por mais oportunidade e empoderamento para as mulheres

Cidade da Praia, 04 Ago (Inforpress) – A Associação Cabo-verdiana de Promoção e Inclusão das Mulheres com Deficiência (APIMUD) clamou hoje por mais oportunidade e empoderamento, uma vez que são confrontados com vários problemas sobretudo a nível do emprego.

O pedido foi feito pelo membro da APIMUD Anita da Silva, que falava à Inforpress, à margem da exposição e venda de produtos de corte e costura da associação, que estará patente na Câmara Municipal da Praia, durante todo o mês de Agosto.

Sob o lema “Promovendo os direitos das mulheres e meninas com deficiência”, adiantou que o objectivo é chamar atenção para a necessidade de empoderar as mulheres deficientes no sentido de serem mais independentes e autónomas, sendo que grande parte delas são mães solteiras e chefes de família.

Explicou que, durante este mês, os praienses e não só vão ter a oportunidade de visitar e conhecer de perto um pouco mais sobre o trabalho desenvolvido pelas mulheres com deficiência e mães de crianças com deficiência.

“A ideia é mostrar que as mulheres com deficiência são capazes de fazer e desenvolver vários trabalhos e têm capacidade de fazer qualquer coisa, desde que haja força de vontade e incentivo”, afirmou Anita da Silva que encorajou as mulheres a não desistirem e a correrem atrás dos seus sonhos.

Entre os produtos expostos constam kits de cozinha, cortinas, assessórios de cabelos, enfeites de decoração, e kits de costura e de reciclagem e entre outros.

A exposição vem na sequência do projecto de formação em corte e costura destinada às mulheres com deficiência e mães de crianças com deficiência que visa garantir emprego, um rendimento e outros benefícios como a segurança social, e de preparação para a criação de uma cooperativa de corte e costura.

A Associação Cabo-verdiana de Promoção e Inclusão das Mulheres com Deficiência (APIMUD) é uma organização não governamental (ONG) sem fins lucrativos e tem por objectivo promover e defender os direitos das mulheres com deficiência a nível da educação, formação, emprego, comunicação, informação e entre outros.

AV/ZS

Inforpress/Fim