Ano lectivo 2018/2019: Praia terá cerca de 1600 professores, 35 mil alunos e 13 agrupamentos escolares

Cidade da Praia, 19 Ago (Inforpress) – A Cidade da Praia vai ter no próximo ano lectivo, cerca de 1600 professores para ministrar aulas nos ensinos Básico e Secundário, informou à Inforpress o delegado do Ministério da Educação na Praia.

Esses docentes, segundo Adriano Moreno, vão estar espalhados por 13 agrupamentos escolares que albergam, ao todo, 44 escolas básicas e 12 secundárias.

“Muitas escolas secundárias são a sede dos agrupamentos escolares e em termos de professores nós contamos com um efectivo à volta de 1600 professores. Sinceramente, não prevejo que haja muita alteração a este nível embora ainda estamos numa fase de preparação das turmas do próximo ano,” perspectiva o responsável.

Segundo Adriano Moreno, esse número inclui mais de 40 professores que serão recrutados através do concurso que será lançado pelo Ministério da Educação para reforçar e, sobretudo, dar aulas nas disciplinas de línguas portuguesa, inglesa, francesa e Educação Física.

“Para este concurso requisitamos mais de 40 professores, isto, perspectivando o sexto ano de escolaridade, que vai ter, pela primeira vez, novas disciplinas. Portanto, os alunos já vão estudar da mesma forma com o secundário e há necessidade e contratação de professores”, referiu.

O delegado do Ministério da Educação na Praia, fez saber também, que no ano lectivo transacto, a taxa de alunas grávidas nas escolas foi “bastante residual”, fruto das várias campanhas de informação feitas nas escolas pelos professores e pelos Gabinetes de Orientação Vocacional.

No que tange aos alunos Adriano Moreira estima um número de 35 mil estudantes que estarão espalhados no próximo ano pelos ensinos Básico e Secundário.

CD/CP

Inforpress/Fim