ADS vai implementar calendário de leitura dos contadores para melhorar relacionamento com o cliente

 

Cidade da Praia, 11 Jan (Inforpress) – A empresa intermunicipal de água e saneamento, Águas de Santiago (ADS) vai, a partir do mês de Fevereiro, implementar o calendário de leitura dos contadores, com o objectivo de melhorar as suas prestações e o relacionamento com o cliente.

A informação foi avançada hoje pela directora comercial, Laura Moreira, durante uma conferência de imprensa convocada para reagir às reclamações que de que a empresa tem sido alvo, relacionadas com a facturação dos serviços e de forma particular as estimativas.

Laura Moreira explicou que as estimativas só são feitas quando não se tem acesso ao contador ou quando este está parado ou avariado. Contudo, admitiu que algumas estimativas podem ser feitas fora do parâmetro da média de consumo.

E para minimizar esses constrangimentos , a ADS vai implementar o calendário anual das leituras dos contadores indicando em cada zona qual é dia do mês em que os leitores estarão a fazer a leitura, no sentido dos próprios clientes estarem avisados para facilitar a leitura.

“De um modo geral, para minimizar os constrangimentos que estamos a ter sobre as estimativas, a ADS informa que durante o mesmo de Fevereiro todos os clientes vão receber um calendário de leitura anual”, informou.

Para os clientes que têm contadores dentro dos edifícios, impedindo o acesso por parte dos contadores, podem entregar a leitura dos consumos através do email comercial da empresa e do contacto telefónico.

“Desta forma, ajuda-nos a melhorar as nossas prestações e permite a actualização da base de dados”, salientou aquela responsável, esclarecendo que os valores das estimativas serão sempre rebatidos na factura seguinte.

Sobre a questão da superfacturarão, também criticada pelos consumidores na comunicação social, a directora comercial explicou que nas facturas de água constam algumas variáveis , como a tarifa de água, saneamento, tarifa fixa e o IVA e aconselharam os clientes a procurarem mais informações junta da ARE.

“Quem estipula a tarifa aplicada nos serviços referidos é Agência de regulação Económica (ARE), pelo que a ADS simplesmente aplica aquilo que está regulamentado. Nestes casos, sugerimos aos clientes a consultarem a ARE para mais informações esclarecimentos”, exortou.

MJB/JMV

inforpress/fim