Presidente do IPC reúne-se com instituições homólogas portuguesas para estreitar cooperação

 

Cidade da Praia 16 Nov (Inforpress) – O presidente do Instituto do Património Cultural (IPC), Hamilton Jair Fernandes, iniciou hoje uma visita de dois dias a Portugal para estreitar laços de relação com as instituições homólogas daquele país.

Segundo uma nota enviada à Inforpress, o presidente do IPC terá encontros de trabalho com a direcção do Museu de Etnologia de Portugal, a Universidade de Évora, a Cátedra de UNESCO e com a Universidade Nova de Lisboa.

Hoje de manhã, Hamilton Fernandes foi recebido pelo director do Museu de Etnologia de Portugal, Paulo Costa, em que analisaram a possibilidade de uma cooperação entre o Museu de Etnologia de Portugal e o Museu etnográfico da Praia, principalmente no domínio da capacitação técnica.

Ainda na manhã desta quinta-feira, o presidente do IPC foi recebido pelo administrador da Fundação Calouste Gulbenkian, Guilherme Martins, em que o foco esteve na elaboração de um projecto de formação para área do património construído.

Na tarde de hoje, Hamilton Fernandes vai manter um encontro com uma equipa da Direcção Geral do Património Cultural (Ministério da Cultura de Portugal).

“Alem de estreitar as relações, entre estas instituições homólogas, o encontro, colocará sobre a mesa candidatura da morna e gestão da Cidade Velha Património Mundial, particularmente, o projecto de reabilitação Igreja Nossa Senhora do Rosário”, lê-se na nota.

Ainda na tarde de hoje, o presidente do IPC reúne-se com os centros de investigação que o IPC tem protocolos assinados, nomeadamente Universidade de Évora, através da Cátedra da UNESCO para o património intangível e será ainda recebido pelo coordenador da Cátedra de UNESCO para o Património Intangível Felipe Themudo Barta.

Na sexta-feira, está previsto um encontro com a Universidade Nova de Lisboa, através da Cátedra da UNESCO para os oceanos, que é parceria do IPC no projecto de investigação do património arqueológico subaquático Concha, financiado pela União Europeia.

De referir que estes encontros em Portugal sucedem a participação do presidente do IPC na 21ª sessão da Assembleia Geral dos Estados partes da Convenção para a salvaguarda do património mundial cultural e natural (Paris-1972), que decorreu em Paris, França, a margem da 39ª conferência geral da UNESCO.

AM/CP
Inforpress/Fim